Colégio Diocesano realiza Encontro Pedagógico para avaliação de ações e planejamento de projetos para 2024

26/12/2023 08:06:00 - Atualizada em 26/12/2023 08:43:58 - Autor Ana Isabel Freire - Edição Geral por Ana Isabel Freire

Nos dias 19 e 20 de dezembro, a equipe pedagógica do Colégio São Francisco de Sales Diocesano e Colégio Diocesano Infantil participou do Encontro Pedagógico que teve como tema “Planejando o futuro, olhando para o passado, no presente”. Reunidos no Espaço de Acolhimento do 1º ano, no CDI, professores, psicólogos, coordenadores e diretores avaliaram as ações realizadas no ano de 2023 e discutiram projetos que deverão ser postos em ação em 2024.


O Encontro foi conduzido pela Diretora Acadêmica, professora Luiza Maria Ferreira. Respeitando o compromisso do Diocesano com a inovação pedagógica e a transparência na gestão, foram apresentados os novos coordenadores que assumem a tarefa de contribuir para a continuidade da nobre missão de educar e formar gerações de crianças e adolescentes: Felipe Salem de Oliveira, Psicólogo, coordenador do Setor de Psicologia Escolar e Educacional; Profa. Ma. Daniely Monteiro, coordenadora do Ensino Médio; Profa. Esp. Patrícia Carvalho, coordenadora da área de Ciências Humanas e Sociais; Profa. Esp. Karoma Morais, coordenadora da área de Ciências da Natureza; Profa. Dra. Daise Cardoso, coordenadora da área de Linguagens; e Victor Carvalho, Analista de Tecnologias Educacionais.

A diretora acadêmica ressaltou a satisfação pela realização do evento que é esperado por toda a equipe. A proposta dos dois dias de encontro foi avaliar os projetos e práticas pedagógicas em curso e traçar planos para o novo ano que se aproxima. “[Fizemos uma] análise reflexiva das experiências que nós realizamos, do que as famílias pensam sobre nós e desejam desta escola”, disse a diretora. Durante o ano letivo de 2023 as famílias dos estudantes das duas unidades do Diocesano foram ouvidas por meio de um formulário eletrônico, através do qual se posicionaram sobre diferentes temas relacionados à escola e ao desenvolvimento das crianças e adolescentes.

Durante o primeiro dia de Encontro Pedagógico, os profissionais do Dió e do Diózinho analisaram as opiniões emitidas pelas famílias nos formulários. Divididos em grupos por segmentos de ensino (Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio), a equipe pedagógica se manifestou sobre as colocações apresentadas, sugerindo soluções para o enfrentamento das demandas trazidas pelos pais. “Foi um momento rico, porque a gente pode se conscientizar sobre onde estão as nossas falhas, os nossos problemas e isso mostra que a escola está aberta a ouvir os pais. Esse é o primeiro ponto: a gente se predispor a ouvir e ter coragem para ouvir o que os pais dizem, pensam, desejam. Muitas pessoas se fecham para isso, têm medo. Nós precisamos caminhar considerando os sinais que chegam das famílias”, afirmou a professora Luiza.

A diretora comentou ainda a relação do Encontro com a palavra Arandu, que deu nome à turma da 3ª série do Ensino Médio de 2023. A palavra de origem indígena tem muitos significados para os povos das etnias Kaiowá e Guarani, dentre eles: “ouvir o tempo”, “vivenciar”, “conhecer a experiência da vida, na relação intrínseca com o ambiente”, “entendimento”, “conhecimento”. “Eu até fiz uma relação com a palavra Arandu, que desde o ano passado a gente ouve aqui na escola. Um dos sentidos diz que Arandu é conhecer a experiência de vida, é ouvir o tempo. Que maravilha essa expressão “ouvir o tempo”! É como se você fechasse os olhos e tivesse atenta àquilo que está no seu entorno. O que está acontecendo no contexto e no seu entorno para que você possa perceber, se situar a partir daqueles sinais. Para isso você precisa se preparar, se predispor, estar aberto. É essa a riqueza o primeiro dia do Encontro”, comentou Luiza.

No segundo dia de atividades a equipe concentrou energias em projetar o futuro da escola. Fazendo uma alusão a uma viagem, em que todos devem atuar em conjunto e com harmonia para alcançar um objetivo comum, a professora Luiza provocou sua equipe a refletir sobre as perspectivas para 2024: “Qual é o nosso objetivo comum? É o nosso estudante! Ele é o centro. É para ele, por ele, que nós estamos aqui. Nós queremos que nosso estudante tenha um desenvolvimento harmônico em todos os aspectos da sua vida: emocional, social, cognitivo e espiritual”, finalizou a docente.

As proposições resultantes dos dois dias de Encontro foram levadas para discussão com toda a equipe docente do Diocesano e Diocesano Infantil e serão aprofundadas durante a Jornada Pedagógica que acontecerá em janeiro de 2024.

Deixe um comentário

0 Comentário

Quando cuido de você,
cuido do mundo

Mantendo a transparência do nosso trabalho, o Diocesano Infantil utiliza cookies com objetivo de prover a melhor experiência no uso do nosso site. Por favor, leia nossa Política de privacidade para entender quais cookies nós usamos e quais informações coletamos em nosso site. Ao continuar sua navegação, você está de acordo que poderemos armazenar cookies no seu dispositivo.