“Agradeço a Deus”, diz Dom Jacinto sobre presença da Companhia de Jesus em Teresina

02/08/2022 08:44:00 - Atualizada em 02/08/2022 09:03:09 - Autor Wenner Bandeira - Edição Geral por Wenner Bandeira

Colaboradores, assistidos e simpatizantes das obras da Companhia de Jesus em Teresina estiveram no fim da tarde do último domingo, 31 de julho de 2022, na missa de encerramento do Ano Inaciano na capital piauiense. O evento aconteceu na Catedral de Nossa Senhora das Dores, localizada na Praça Saraiva, Centro de Teresina, na mesma data em que se celebra o dia de Santo Inácio de Loyola.

A celebração foi presidida por Dom Jacinto Brito, da arquidiocese de Teresina, com acompanhamento do Núcleo Apostólico do Piauí, e contou com a presença de jesuítas, religiosos e leigos que partilham a espiritualidade inaciana. O Ano Inaciano foi um tempo festivo que, ao longo de 14 meses, que contou com várias iniciativas que buscaram proporcionar aos fiéis católicos "ver novas todas as coisas em Cristo".

“As datas são sempre um convite a ver as páginas da história. Depois de 500 anos da conversão de Santo Inácio, sentimos que sua obra foi uma obra dirigida por Deus, que ainda hoje perdura. Isto significa que os jesuítas trazem para nós essa herança espiritual de Santo Inácio. Agradeço a Deus pela presença da Companhia de Jesus em nossa arquidiocese”, comentou Dom Jacinto Brito.

A celebração começou com a entrada de representantes das oito obras da Companhia de Jesus em Teresina, sendo elas: Colégio Diocesano São Francisco de Sales, Colégio Diocesano Infantil, Escola Santo Afonso Rodríguez, Escola Padre Arrupe, Serviço Inaciano de Espiritualidade, Espaço Magis, Centro Social Padre Arrupe e a Paróquia de Santo Inácio.

Das oito obras da Companhia na capital piauiense, quatro são relacionadas à educação: o Colégio Diocesano São Francisco de Sales e o Colégio Diocesano Infantil, no centro da cidade; e a Escola Santo Afonso Rodríguez e Padre Arrupe, instituições filantrópicas na zona leste e sul de Teresina, respectivamente. “Uma coisa é se trabalhar a educação para o lucro, outra coisa é para formar pessoas. A gente sabe que estas escolas tem o ideal de olhar o homem todo, a dignidade humana, não apenas uma questão de incutir sabedoria técnica, mas formar o ser humano em todas as dimensões”, afirmou Dom Jacinto.

+ Confira mais fotos no álbum em nosso flickr

A celebração seguiu com uma pequena encenação sobre os passos de Inácio, seu processo de conversão desde quando era um soldado cheio de vaidades até se tornar um peregrino pregador da palavra, além dos cânticos e da homilia costumeiros do rito católico, encerrando com a eucaristia.

“É uma felicidade estar aqui hoje e ao longo dos anos manter essa relação que eu comecei a construir ainda como aluna do Colégio Diocesano. É um grupo extremamente importante, solidário, que já ganhou Teresina e se espalha pelo mundo. Neste momento da celebração da memória de Santo Inácio, estar com este povo que faz um trabalho tão importante me deixa muito feliz”, disse Lílian Martins, conselheira do Tribunal de Contas do Estado e ex-aluna do Colégio Diocesano.

Deixe um comentário

0 Comentário

Quando cuido de você,
cuido do mundo

Mantendo a transparência do nosso trabalho, o Diocesano Infantil utiliza cookies com objetivo de prover a melhor experiência no uso do nosso site. Por favor, leia nossa Política de privacidade para entender quais cookies nós usamos e quais informações coletamos em nosso site. Ao continuar sua navegação, você está de acordo que poderemos armazenar cookies no seu dispositivo.