Colégio Diocesano completa 111 anos e lança novo hino

25/03/2017 11:36:20 - Atualizada em 30/03/2017 11:44:16 - Por Ana Carolina Dias

O Colégio Diocesano, da Rede Jesuíta de Educação (RJE), completou 111 anos, neste 25 de março. Para celebrar a data, foi lançado o hino oficial da instituição. Alunos, professores, pais e amigos do Diocesano participaram deste momento.

A cerimônia de lançamento foi aberta pelo diretor geral do Colégio Diocesano, Ir. Raimundo Barros, SJ: “Que o hino possa fazer parte da vida do colégio”. A atual composição foi a vencedora do concurso realizado em 2016, como parte das comemorações pelos 110 anos. Até então, o hino utilizado era adaptação de uma composição do antigo Colégio Nóbrega, também da RJE, localizado em Recife (PE).

Em 111 anos, a história do Colégio Diocesano se confunde com a história de Teresina, que em 2017 completa 165 anos. “Comemoramos e temos ao mesmo tempo uma responsabilidade muito grande. Temos 111 anos e devemos responder às atuais expectativas da sociedade”, explicou o diretor.

A coordenadora de Convivência do colégio, Edinelza Macau, explica que o antigo hino, por ser uma adaptação, não contemplava pontos da identidade do colégio. “Sentíamos a necessidade de uma composição que falasse sobre o Colégio Diocesano. O nosso hino agora retrata isso e foca na história dos jesuítas na educação do Piauí”, enfatiza.

A composição foi executada pelo professor de música Gustavo Cipriano, que conduziu a banda Maestro Duda, formada por alunos de escola pública do projeto Banda Escola da Fundação Monsenhor Chaves. A programação também conta com a celebração de uma missa em ação de graças pelos 111 anos do Colégio Diocesano.

Desde sua fundação, em 1906, o Colégio Diocesano implementou no Piauí um sistema de ensino fundamentado na Pedagogia Inaciana. O método se constitui em um processo educativo personalizado, crítico e participativo. Com o objetivo de formar pessoas conscientes, competentes, compassivas e comprometidas com a transformação da sociedade.

Deixe um comentário

0 Comentário