Um mês para refletir sobre o papel de Maria no projeto de Deus

31/05/2017 14:43:42 - Por Camila Oliveira

Maio é o mês dedicado à Maria. A Igreja determina que cada comunidade religiosa escolha uma data durante o mês para realizar a celebração de Coroação de Nossa Senhora como a Rainha dos Céus. A tradição surgiu no século XIII, na Europa, como um tema frequente de obras artísticas, em que era retratado Jesus coroando Maria. Por volta do século XVI, São Felipe Neri começou a homenagear a santa de forma semelhante ao que é feito atualmente.

Na Europa, maio é o mês da primavera. As flores da estação remetem à Maria que é considerada a flor mais bela do Carmelo, o jardim de Deus. Para expressar sua devoção, São Felipe Neri começou a oferecer flores à Nossa Senhora durante o período. “É o mês das mães também, uma época que aponta muito para a figura feminina, então, em Maria queremos homenagear todas as mulheres”, explica o coordenador adjunto de Pastoral do Colégio Diocesano, padre Ednaldo Vieira, SJ.

Na celebração, a santa é adornada com elementos que possuem uma simbologia especial. A folha de palma representa a pureza de Maria, o véu, sua virgindade, a coroa sua realeza e as flores remetem a homenagem feita por São Felipe Neri. “É uma demonstração de afeto filial, um momento de reconhecer o papel de Maria no projeto de Deus”, afirma padre Ednaldo. A Coroação de Maria é o quinto mistério glorioso do Santo Rosário.

No Colégio Diocesano, a celebração será realizada em 31 de maio, às 17h, na quadra do prédio da praça Saraiava, e às 7h e 13h, durante os acolhimentos no prédio da Educação Infantil.

Missa de Coroação de Maria em 2016

Deixe um comentário

0 Comentário