Estudantes do 7º e 8º anos participam da 2ª Edição do Concurso de Redação e Arte

12/06/2017 11:43:04 - Atualizada em 12/06/2017 11:54:18 - Por Ana Carolina Dias

A 2ª Edição do Concurso de Redação e Arte dos 7º e 8º anos, promovido pela Rede Jesuíta de Educação (RJE), tem como tema “Cultivar e guardar a criação”, a competição seguirá a mesma abordagem trabalhada durante todo o ano letivo da escola: A Sustentabilidade. O concurso envolve 13 colégios em todo o Brasil.

Com o objetivo de proporcionar a troca de experiências e informações entre os alunos dos colégios da RJE, a fim de ampliar e fortalecer a consciência de rede; o projeto também promove a integração entre as disciplinas dos colégios, com o 7º ano produzindo o lado artístico da temática e o 8º ano fazendo a produção textual.

“Os professores de Artes já estão fazendo oficinas, e os professores de Redação já estão realizando as etapas prévias de orientação, com bases nos critérios. Agora devemos começar a trabalhar as produções para então fazermos a seleção interna”, afirma a professora Lilian Fabiana Ribeiro.

Na seleção interna, que ocorre até o dia 28 de julho, serão escolhidos 10 alunos de cada série para participar da seleção externa, que acontece de 7 a 18 de agosto. O resultado final será divulgado no dia 15 de novembro.

Para o coordenador do Departamento de Artes, professor Moisés Rêgo, o projeto é fundamental para maior entendimento entre a relação entre a produção textual e a produção artística, que segundo ele, é um dos fundamentos da comunicação. “Ao mesmo tempo que o texto escrito é uma narrativa, a imagem também é uma narrativa. A ideia é fazer a sua junção desses dois sentidos da comunicação”, afirma.

Para Pedro Risaffi, secretário executivo da RJE, muito mais importante que a disputa está o contato e o diálogo entre as instituições de todo o país. “O concurso visa ser um movimento de interação e integração acadêmica entre educandos e educandas dos colégios da RJE, conscientizando-os de que fazem parte de uma Rede de Educação que preza pela formação de pessoas conscientes, competentes, compassivas e comprometidas no cuidado para com a casa comum”, explica.

O Projeto

Inspirado pelo projeto “Abra seus olhos e veja coisas novas”, o concurso demonstra a preocupação da Companhia de Jesus com a Casa Comum e o olhar atento à educação como ferramenta para a mudança de atitude e de comportamento. Nesse sentido, o Projeto Educativo Comum (PEC), nº 105, nos ilumina em relação à importância da Educação Ambiental para a formação de sujeitos críticos e criativos, capazes de ler o mundo pela ótica da justiça e da fraternidade.

Os trabalhos selecionados na etapa final irão compor um livro e um e-book editado pela RJE e pelas Edições Loyola em 2018. Para maiores informações acesse ao Edital.

Deixe um comentário

0 Comentário