​Projeto Educativo Comum começa a ser implementado nas instituições de Educação Básica da RJE

20/04/2016 08:38:07 - Atualizada em 20/04/2016 15:49:51 - Por Ana Carolina Dias

Delegado anima os colaboradores do DiocesanoO Delegado para a Educação Básica da Província dos Jesuítas do Brasil, padre Mário Sündermann, SJ, visitou as Unidades da Rede Jesuíta de Educação (RJE) de Teresina: Colégio Diocesano, Escola Materno Infantil Padre Pedro Arrupe (EMIPA) e Escola Santo Afonso Rodriguez (ESAR), a fim de nortear as diretrizes de implementação do Projeto Educativo Comum da RJE no Estado do Piauí. Anualmente, o Delegado faz uma visita a todas as Unidades da RJE buscando fortalecer a consciência de rede e animando os profissionais que colaboram na missão educativa a promoverem uma educação de excelência. A visita também aponta para as diretrizes da educação Jesuíta e, se necessário, estabelece orientações para corrigir projetos e processos educativos em andamento nas instituições. Mário Sündermann, SJ, participou também da Sessão Solene da Câmara de Vereadores de Teresina em homenagem aos 110 anos do Colégio Diocesano.

O documento Projeto Educativo Comum (PEC) foi construído ao longo de 2015 e o processo de implementação acontece simultaneamente em todas as 17 instituições de Educação Básica da RJE no Brasil, à medida que os colaboradores das Unidades conhecem o documento e criam uma adesão afetiva. Segundo o Delegado, as equipes gestoras devem reler e adequar os documentos oficiais da instituição tendo em vista o PEC, implementando propostas pedagógicas que considerem tempo, espaços e pessoas, tendo em vista uma aprendizagem integral fundamentada sobre as dimensões cognitiva, sócio emocional e espiritual religiosa.

Na Câmara dos Vereadores fala sobre a Rede Jesuíta de EducaçãoA expectativa é que em 2020 o PEC seja realidade no dia-a-dia das Unidades. Falando a partir da realidade da RJE, Pe. Mário diz que a escolarização básica tende a adotar a lógica do ensino na qual os professores são o centro do processo; tendem a focar mais na administração dos conteúdos, muitas vezes descuidando do principal interessado no processo que é o aluno. “Pensar em uma educação com o foco na aprendizagem é um caminho possível e parece ser uma resposta adequada aos desafios da educação hoje”. A educação jesuíta “pretende transformar centros de Ensino em centros de Aprendizagem, possibilitando o desenvolvimento integral dos alunos e alunas como pessoas competentes, conscientes, compassivas e comprometidas”, afirma.

De acordo com delegado para a Educação Básica, é necessário que professores e educadores das Unidades da Rede sejam promotores dessa mudança. “Nós queremos formar alunos e alunas que, mais do que homens e mulheres de sucesso, sejam pessoas de virtudes e valores, capazes de deixar uma marca positiva por onde passam”, afirma.

O PEC traz a possibilidade de transformar os espaços e tempos escolares em lugares criativos, atraentes, capazes de gestar a mudança pessoal e social. No desafio de buscar uma educação de excelência, a Companhia de Jesus conta com uma sólida tradição educativa, bem como uma ampla riqueza cultural, pois está presente nos cinco continentes. Além disso, dispõe de uma estrutura física adequada e bem informatizada, mas principalmente, conta com profissionais gabaritados, com competência técnica e acadêmica, estando em contínua atualização. 

Deixe um comentário

0 Comentário