Dia de Santo Inácio

26/07/2016 10:11:59 - Atualizada em 26/07/2016 10:16:54 - Por Camila Oliveira

Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus, nasceu em 1491 em Loyola, Espanha, numa família nobre. Viveu os primeiros 26 anos de sua vida com muita vaidade e ostentação. Em 1517 o jovem Inácio se tornou militar e participou de algumas campanhas com seu tio, vice-rei da Navarra. Enviado em defesa de Pamplona contra os franceses, em 1521, é ferido gravemente na perna, por uma bala de canhão, passando meses inválido, no castelo de seus pais.

Durante o longo período de recuperação, Inácio começou a ler sobre a vida de Cristo e dos santos, únicos livros que havia no castelo, e sua conversão se deu da maneira mais radical. Inácio se pôs a discernir em si os efeitos da leitura e começou a se sentir atraído pelo ideal de serviço à pessoa de Jesus. A partir deste encontro com Cristo, sentiu a necessidade de uma profunda mudança. A leitura da vida dos santos provocou nele um extremo desejo de fazer “grandes coisas”.

COMPANHIA DE JESUS

Na Universidade de Paris, atual Sorbonne, encontrou os seis primeiros discípulos, com os quais fundaria a Companhia de Jesus e escreveria os Exercícios Espirituais. Ainda em 1534, o pequeno grupo era já formado por sete companheiros que tão somente desejavam consagrar inteiramente suas vidas a Deus. O fruto da deliberação dos primeiros companheiros foi apresentado ao papa Paulo III que o aprovou oralmente, reconhecendo a Companhia de Jesus em 3 de setembro de 1539. Em pouco tempo, os jesuítas se multiplicaram e se espalharam por todo o mundo nas mais distintas e inimagináveis missões.

Restaurada em 1814, a Companhia se viu diante de um novo período em sua história, mas sua chama segue ardendo. Atualmente, a Companhia de Jesus está presente em mais de 130 países onde produz conhecimento para o desenvolvimento social por meio da pesquisa cientifica e do aprofundamento intelectual. Proporciona educação de qualidade para mais de três milhões de pessoas em uma das maiores redes de educação do mundo, a Rede Jesuíta de Educação, que abraça mais de 180 colégios, 200 universidades e faculdades e 2.724 centros de Educação Popular Fé e Alegria.

Fonte: Texto do padre Adroaldo Palaoro, SJ, encontrado no site jesuitasbrasil.com

Deixe um comentário

0 Comentário