Morre o Irmão Lindbergh Pires SJ.

24/11/2015 12:32:21 - Por Samira Ramos

Marina-Maranhão-0052-

Faleceu na manhã desta segunda-feira (2), no Real Hospital Português, o Irmão Lindbergh Pires. Ele esteve hospitalizado nas últimas semanas para cuidar de uma insuficiência respiratória. Seu quadro clínico foi se agravando progressivamente. O corpo foi velado no Santuário Nossa Senhora de Fátima, na noite de ontem, até as 22 horas, onde acontece hoje a missa de corpo presente às 14h30, seguida do sepultamento, às 17 horas, no Cemitério de Santo Amaro. A missa de 7º dia será no próximo dia 09/12 (segunda feira) às 19 horas, na Capela do colégio Diocesano.

Ir. Pires, era piauiense de Teresina, nascido em 10 de fevereiro de 1941. Entrou no Noviciado da Companhia de Jesus em 10 de fevereiro de 1963, em Itaici-SP, tendo como Mestre o Pe. João Bosco Burnier. Fez os últimos votos em Salvador no ano de 1980. Em Salvador, esteve como colaborador no Colégio Antônio Vieira e Ministro da Residência entre os anos de 1971 a 1988. Neste período também ele estudou composição e regência na Escola de Música da UFBA. Em 1988, foi enviado para Teresina para ajudar no Colégio São Francisco de Sales e ser também o Ministro da Residência. Em Teresina ele criou o Madrigal Vox Populi formado por alguns alunos e ex-alunos do Colégio. Em 1993, foi destinado para Recife, colaborando na Universidade Católica e como regente do Madrigal da UNICAP.

Pires distinguiu-se como uma pessoa inteligente, artista e compositor. Dele continuam a ser cantadas muitos cantos celebrativos surgidos de sua inspiração musical e poesia apurada: “Sabe, Senhor, o que temos é tão pouco pra dar”, “Glória a ti neste dia de glória”. Dele também a melodia da oração de Santo Inácio mais cantada em nossas Casas e Obras.

Rezemos agradecendo a Deus a vida deste nosso irmão que viveu bem durante os 72 anos de vida, dos quais 50 na Companhia de Jesus. Que o Bom Deus, Artista do Universo, o acolha em seu coração. Em nossas preces e nas nossas Casas façam-se as orações como de costume.

Padre Eliomar Ribeiro de Souza, S.J Sócio Provincial

Deixe um comentário

0 Comentário

Fale conosco