OBMEP premia estudantes do Colégio Diocesano em sua 15ª edição

13/12/2019 12:08:00 - Por Samira Ramos

Estudantes do Colégio Diocesano foram medalhistas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas (OBMEP). Os alunos Heitor Bastos dos Santos Lima, do 7º ano B do Ensino Fundamental; Filipe Tabatinga Aguiar Carvalho Barros, do 9º ano A do Ensino Fundamental e Júlio Gabriel Saldanha Alves da Silva, do 9º ano C do Ensino Fundamental, conquistaram medalhas de bronze. Giovanni Kurotaki, da 2ª série B do Ensino Médio recebeu uma menção honrosa pelo seu desempenho na competição.

Promovida com os estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio, a OBMEP tem como objetivos estimular e promover o estudo da matemática, identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades, nas áreas científicas e tecnológicas. Além disso, a olimpíada busca contribuir também para a integração das escolas brasileiras com as universidades públicas, os institutos de pesquisa e com as sociedades científicas.

No Colégio Diocesano, os momentos de orientações para a competição ocorreram durante as monitorias, realizadas no contraturno, para os três níveis da competição: Nível I (6º e 7º ano EF), Nível 2 (8º e 9º ano EF) e Nível 3 (Ensino Médio). “Durante esses momentos, os alunos foram orientados sobre assuntos que poderiam cair na prova a partir do que já foi abordado nas edições anteriores. Fizemos muitas resoluções de questões já preestabelecidas pela competição e também de questões inéditas elaboradas pelos professores da escola. Procuramos transmitir para os alunos dicas que podem auxiliar nas resoluções na hora da prova ”, afirma o professor Miguel Arcanjo.

As aulas regulares da disciplina também foram desenvolvidas de forma que pudessem auxiliar os alunos na competição. “Elevamos o nível do conhecimento da matemática na sala de aula durante as aulas rotineiras da semana. Colocamos à disposição dos alunos questões desafios, trouxemos questões das edições anteriores e ficamos à disposição para tirar dúvidas. Buscamos fazer com que eles entendessem que há quatro etapas no processo de desenvolvimento de um problema matemático: ler o problema, entender o problema, traçar o plano e executar o plano”, ressalta o professor Teotônio Vieira, um dos professores da disciplina nas aulas regulares.

Para o coordenador dos Projetos Complementares, José Voste Júnior, esse resultado é fruto do trabalho conjunto entre os alunos e professores da disciplina. “Ser medalhista na OBMEP é uma grande vitória, pois é uma competição nacional de alto nível e que exige um alto rendimento acadêmico. Nossos estudantes conseguiram se sobressair e mostrar um bom resultado. Além disso, a competição é um bom termômetro de como devemos traçar o ensino da disciplina de matemática na nossa escola”, ressalta o coordenador.

Na 1º fila: Filipe Tabatinga e Júlio Gabriel ; na 2º fila: Heitor Bastos e Giovanni Kurotaki.

Confira abaixo a lista dos nossos alunos que se destacaram na olimpíada!

Medalha de Bronze

Heitor Bastos dos Santos Lima, 7º ano B do Ensino Fundamental (Nível I);

Filipe Tabatinga Aguiar Carvalho Barros, 9º ano A do Ensino Fundamental (Nível II);

Júlio Gabriel Saldanha Alves da Silva, 9º ano C do Ensino Fundamental (Nível II);

Menção Honrosa

Giovanni Kurotaki, 2ª série B do Ensino Médio (Nível III).

Deixe um comentário

0 Comentário

Fale conosco