Dom Casmurro é tema do I Torneio de Debate Literário do Colégio Diocesano

04/11/2019 12:13:00 - Atualizada em 05/11/2019 10:08:53 - Por Samira Ramos

             A polêmica “Capitu traiu ou não Bento Santiago?” ganhou uma nova roupagem durante o I Torneio de Debate Literário do Colégio Diocesano. A competição, promovida com os estudantes da 1ª série do Ensino Médio, na segunda, 28 de outubro, dividiu os alunos em duas equipes responsáveis pela defesa e oposição da seguinte moção: “Bento Santiago é um personagem ciumento e obsessivo”.

             As equipes responsáveis pela defesa tinham como objetivo criar argumentos que mostrassem a razoabilidade da moção após a leitura e análise da obra clássica brasileira, enquanto as equipes da oposição eram responsáveis por rebater os argumentos da primeira equipe, mostrando a existência de razões mais fortes para haver a rejeição da moção. Os estudantes tinham de 2 a 3 minutos para apresentarem seus discursos.

Alunos foram divididos em dois grupos: oposição e defesa da moção

           Ambas as equipes foram avaliadas por uma equipe formada pelas professoras Luciana Barros, Conceição Neri e Ana Célia Moura, responsáveis por observarem a adesão dos alunos aos critérios avaliativos estabelecidos: compreensão do tema em questão, uso de argumentos relevantes, criatividade e raciocínio rápido, coerência, verossimilhança dos dados trazidos, observância à norma padrão da língua portuguesa, capacidade de articulação, entre outros.

         Para o coordenador pedagógico da 1ª e 2ª série do Ensino Médio, professor João Patrício de Carvalho, os alunos se mostraram bem preparados e participativos, tendo consciência da importância de torneios como esse. “Nós deixamos bem claro que a argumentação é algo fundamental para a participação deles em eventos como a DIONU e para a vida mesmo. De modo geral, eles se mostraram bem empolgados e realmente mergulharam na temática. Avalio que foi uma experiência positiva”, afirma o coordenador.

        Atividades como essa, destinadas ao amplio da capacidade argumentativa dos estudantes, serão mais intensas no próximo ano. Ainda segundo o coordenador, a ideia é que sejam desenvolvidas oficinas com esse propósito e que culminem no 1º Campeonato de Debates do Diocesano. “Planejamos ofertar oficinas voltadas para o debate, argumentação e discurso, a fim de que os estudantes escolham participar da oficina que os interessar. Depois, esses alunos se reuniriam em um só momento para o campeonato”, pontua o coordenador.

Deixe um comentário

0 Comentário