​Alunos trabalham conto sobre imigração

02/04/2016 09:29:04 - Atualizada em 19/04/2016 15:48:24 - Por Ana Carolina Dias

Os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental receberam o livro Viagem à Filoxenia. A obra, publicada pela Federação Latino-Americana dos Colégios da Companhia de Jesus – FLACSI em parceria com a Rede Jesuíta com Migrantes – RJM, trata da hospitalidade e afeto, propondo reflexão sobre os migrantes. A coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), Rosemere Imperes, explica que o livro será trabalhado com o objetivo de introduzir o estudo do gênero conto com os alunos. “Escolhemos esse conto por se tratar de uma história onde a filosofia inaciana está presente. A migração é um tema que precisa ser discutido".

Alunos recebem livro Viagem a Filoxenia

A FLACSI tem desenvolvido materiais de ensino destinados a divulgar a Campanha pela Hospitalidade, da RMJ, nos centros educativos da América Latina e sensibilizar as comunidades sobre a situação em que vivem milhões de migrantes no mundo. O conto narra a viagem de dois jovens à Ilha de “Filoxenia”, em razão de uma situação de urgência que lhes impede de continuar vivendo em sua terra natal. A história gira em torno do reconhecimento de emoções, especialmente a de acolhida e a de hospitalidade, em contraste com a rejeição. A palavra “hospitalidade” tem sua raiz etimológica na palavra grega filoxenia que significa, literalmente, “amor ao estranho”. O conto, junto com o guia de atividades pedagógicas que se propõem a seguir, tem o objetivo de construir o sentido (ou significado) da palavra hospitalidade, não apenas como um gesto de tolerância passivo, mas como promovente de uma conduta ativa de afeto ao próximo, em especial ao imigrante.

A Rede Jesuíta de Migrantes (RJM) atua em diversas regiões do mundo, desenvolvendo obras apostólicas que trabalham em âmbito pastoral, educativo e social. Na América Latina e no Caribe é desenvolvida a Campanha pela Hospitalidade, que tem como objetivo contribuir para a construção da cidadania e de uma política pública inclusiva, hospitaleira, solidária e tolerante em relação aos migrantes, deslocados internos, refugiados e reportados. Para sensibilizar e convidar à prática da hospitalidade, a campanha oferece documentos, cartilhas, vídeos e propostas para realização de ações articuladas.

Deixe um comentário

0 Comentário