Alunos do Diocesano participam de simulação da ONU na Bahia

22/09/2021 10:14:00 - Atualizada em 09/10/2021 11:00:59 - Autor Wenner Bandeira - Edição Geral por Adriana Marques

Seis alunos do Colégio Diocesano São Francisco de Sales e Diocesano Infantil – D&D participaram na última semana de forma virtual da simulação das Nações Unidas realizada no Colégio Antônio Vieira, localizado em Salvador e unidade da Rede Jesuíta de Educação. A simulação tem como objetivo estimular os alunos a praticar habilidades como diálogo e negociação, além de aprofundar os conhecimentos sobre a geopolítica mundial.

Participaram do evento os alunos Maria Ravena Machado de Castro, Eduarda Borges Gomes Moura Sousa, e Ana Cecília de Almeida Pinheiro, da 3ª série; e Aécio Dalton Soares Eulálio, Maria Victoria de Andrade Albuquerque, e Mateus Mossman Carneiro, da 2ª Série. Aécio, que participou do comitê da Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean), recebeu menção honrosa da organização do evento; e Ana Cecília, da equipe de imprensa, recebeu menção nominal; ambos pelo destaque nas suas participações. Além dos atuais alunos, a egressa Giovanna Laís Duarte Vianna, que foi secretária-geral da DIONU - Simulação do Colégio Diocesano, também participou do evento do Colégio Antônio Vieira.


A professora Léa Pontes, coordenadora de assuntos estratégicos da Onu Colegial do Antônio Vieira, diz que “esse intercâmbio promove esse conhecimento, o que outras escolas fazem, o que estudam, como são as relações. Além de ter a possibilidade de aumentar conhecimentos acadêmicos, os alunos se tornam protagonistas, com poder de argumentação, e essas competências se potencializam, pois se criam vínculos. Eles não estão focados apenas no academicismo, mas na realidade de outras escolas”.

Opinião semelhante tem o Professor Aílton Cerqueira, coordenador das 2ªe 3ª séries do Colégio Diocesano. Para ele “o convite do Colégio Antônio Vieira é um exemplo prático da integração entre as unidades da RJE. Uma experiência como essa tem potencial para enriquecer ainda mais os nossos alunos, aumentar essa cultura de simulação, e isso tudo estimula ainda mais a aplicação desses conhecimentos que os nossos alunos adquirem nas diversas disciplinas e aumentam ainda mais essa consciência sobre cidadania global”.

Para os estudantes do Diocesano que participaram do evento, a experiência de debater temas relevantes com alunos de outros colégios e estados enriqueceram a qualidade da vivência. “Foi muito interessante. Exige mais que a gente saia da nossa zona de conforto, dialogando com pessoas distantes, que tem outras vivências. Na Dionu (simulação do Colégio Diocesano) a gente está simulando com quem conhecemos, é como uma família; mas com outras pessoas diferentes, a gente tem esse choque de opiniões, tem sotaques diferentes também. Fiz amigos também, é algo bem edificante”, conta a aluna Maria Ravenna.

“Toda experiência foi extremamente gratificante. Enquanto desenvolvia habilidades de comunicação, trabalho em equipe e resolução de conflitos, pude ter uma experiência de troca de culturas com alunos de três estados, com sotaques diferentes e opiniões diferentes também”, relata o estudante Mateus Mossman.

Simulações são tradição na RJE

A realização de simulações das Nações Unidas é uma tradição em vários colégios da Rede Jesuíta de Educação. Nelas, alunos e antigos alunos organizam o evento, atuando como imprensa, secretariado da ONU e delegados de diversos países, representando as posições defendidas por essas nações nos debates realizados durante os encontros.

Deixe um comentário

0 Comentário

Retomada das atividades presenciais:
acesse nosso protocolo de retorno

Mantendo a transparência do nosso trabalho, o Diocesano Infantil utiliza cookies com objetivo de prover a melhor experiência no uso do nosso site. Por favor, leia nossa Política de privacidade para entender quais cookies nós usamos e quais informações coletamos em nosso site. Ao continuar sua navegação, você está de acordo que poderemos armazenar cookies no seu dispositivo.