D&D abraça Campanha Julho Verde em combate ao Tráfico Humano

07/07/2021 10:54:00 - Atualizada em 18/08/2021 17:59:48 - Autor Wenner Bandeira - Edição Geral por Adriana Marques

Mensalmente o Colégio Diocesano São Francisco de Sales e Diocesano Infantil – D&D escolhe um tema para a Campanha Permanente do Cuidado e Valorização à Vida. Neste mês teremos o Julho Verde – Tráfico Humano: Conhecer e Combater, realizando diversas ações para despertar a conscientização sobre esse crime que faz dezenas de milhares de vítimas todo ano ao redor do mundo. Neste mês, o setor de Recursos Humanos será o padrinho da campanha, e participará ativamente do trabalho de disseminar informação sobre o tema.

A escolha do assunto se deu pela relevância de tratar sobre uma questão tão delicada, mas ainda pouco conhecida pela maioria das pessoas, e o D&D se posiciona como um ator social neste debate. “Esse tema trata de vidas, e dentro do nosso escopo de educação jesuítica, de pedagogia inaciana e de um currículo evangelizador, a vida vem sempre em primeiro lugar. A grande oportunidade que temos neste mês de julho é conscientizar sobre esse tema e trazê-lo para mais perto de nós, porque também a nossa região pode sofrer com essa situação. Queremos deixar socialmente ativo o nosso colégio”, comenta o Ir. Epifânio Barbosa, SJ, diretor-geral do D&D.

O setor de Recursos Humanos do D&D, como setor padrinho do Julho Verde, irá protagonizar fotos, vídeos e outras atividades que levem a comunidade escolar e o público externo a ter mais acesso a informações importantes sobre o tema. “Para nós é uma honra, enquanto setor, sermos os responsáveis por levar estas informações. Trabalhamos diretamente com pessoas, seus anseios profissionais e pessoais, e é de extrema relevância contribuir de alguma forma para que pessoas em situação de fragilidade não tenham esses anseios explorados de forma criminosa”, afirma o coordenador de RH, Igor Emanuel Alcântara.

A informação, aliada à empatia pelo problema vivenciado pelo próximo, é a principal estratégia do D&D como ator social nesta campanha, assumindo um papel de educador em diversas esferas do ser humano. Como explica o diretor geral, “a realização de uma movimentação como esta é para, antes de tudo, levar a conhecer; e ao conhecer, poder utilizar dos sentimentos que brotam em nós, ao saber que outro ser humano está sendo traficado contra a sua vontade, como se fosse uma mercadoria e não fosse dono de sua própria vida. Isso nos deixa em alerta de que sociedade queremos construir, e nada deve escapar da educação que praticamos”, diz ele.

Problema global

Segundo a última edição do Relatório Global sobre Tráfico de Pessoas, cerca de 50 mil pessoas foram vítimas deste crime em quase 150 países em 2018. A Organização das Nações Unidas estima que esse número seja muito maior, devido à dificuldade de detectar esse tipo de crime. Acredita-se que as quadrilhas envolvidas com tráfico humano movimentem bilhões de dólares em todo o mundo.

Deixe um comentário

0 Comentário

Retomada das atividades presenciais:
acesse nosso protocolo de retorno

Mantendo a transparência do nosso trabalho, o Diocesano Infantil utiliza cookies com objetivo de prover a melhor experiência no uso do nosso site. Por favor, leia nossa Política de privacidade para entender quais cookies nós usamos e quais informações coletamos em nosso site. Ao continuar sua navegação, você está de acordo que poderemos armazenar cookies no seu dispositivo.