Colégio Diocesano, 114 anos de compromisso com a cidade de Teresina

25/03/2020 00:00:00 - Atualizada em 29/03/2020 15:47:07 - Por Samira Ramos

“Educando para a beleza da paz”. São 114 anos que o Colégio São Francisco de Sales – Colégio Diocesano contribui para a promoção de uma educação de excelência, inspirada nos valores cristãos e inacianos, contribuindo para a formação de cidadãos competentes, conscientes, compassivos, criativos e comprometidos na construção de uma sociedade fraterna e com justiça social.

Localizado no coração da capital piauiense, ao lado da Praça Saraiva, sua fundação nasceu da preocupação da sociedade teresinense e da igreja católica com a formação de suas lideranças, diante das mudanças do cenário social da época. “O início do Colégio marcou uma oportunidade para que as famílias de Teresina, e de outros lugares, tivessem uma escola séria e confiável. Um local onde poderiam colocar seus filhos para estudarem e se prepararem para serem profissionais capacitados e competentes”, pontua o diretor geral, Pe. Vicente Palotti Zorzo, SJ.

A importância da cidade e sua cultura, tão ligada à história do colégio, agora encontra-se eternizada no ambiente externo do prédio do Ginásio, localizado no cruzamento das ruas Olavo Bilac com a Treze de Maio. Em sua fachada, o Colégio Diocesano é ilustrado ligado à Igreja São Benedito por meio da Ponte Estaiada, uma metáfora que – por meio de pontos turísticos de Teresina – exemplifica a missão de educar jovens para a vida por meio da educação voltada para a fé.

Nova fachada faz a relação entre a fé e a educação

De acordo com o diretor geral, a fé e a razão devem caminhar de mãos dadas e, por isso, deve-se criar pontes entre elas. “A fé sem razão favorece o obscurantismo e o fanatismo. A razão sem a fé propicia a radicalidade e a perda do sentido. Os Colégios Jesuítas estão comprometidos com a integridade das pessoas e com a aprendizagem para toda a vida”, ressalta o diretor.

Assim como a cidade, o Colégio Diocesano também passou por mudanças ao longo dos anos. No que diz respeito às mudanças estruturais, mas também em sua forma de ensinar que, alinhado à Pedagogia Inaciana e sem perder o foco na educação de excelência, busca sempre inovar e responder às demandas atuais da sociedade. “Tudo é pautado nos princípios e valores que orienta o projeto Educativo da Companhia de Jesus, que conserva uma tradição que se atualiza sempre e que dialoga com as teorias e fundamentos pedagógicos da contemporaneidade”, conta a diretora acadêmica, professora Margareth Rodrigues.

Sua missão de formar cidadãos comprometidos com as comunidades em que estão inseridos, pode ser observada nos projetos pedagógicos desenvolvidos. “Propomo-nos a promover experiências de aprendizagens significativas para além dos aspectos acadêmicos, de modo que possamos capacitar nossos estudantes para reconhecer os desafios da humanidade e contribuírem com as propostas de solução, numa perspectiva de cidadania global”, enfatiza.

Dar continuidade a este grande desafio de afirmar o humano e transformar o entorno num lugar de realização das pessoas é o principal compromisso para os próximos anos. Afinal de contas, como afirmado por Pe. Vicente Zorzo, SJ, “a Educação Jesuíta, como a própria história humana, é uma tradição viva que exige olhos, ouvidos e corações abertos, comprometidos com a excelência humana: intelectual, afetiva e espiritual”.

No vídeo abaixo, mães, pais, estudantes e colaboradores do Colégio Diocesano deixam uma mensagem de parabéns!

Deixe um comentário

1 Comentário

albino veloso de oliveira
Quarta-feira, 25 de Março de 2020 às 15:12
Nesses 114 anos de existência do Colégio Diocesano, eu pessoalmente, experimento um sentimento de reverência e profunda gratidão por esta que é, sem dúvida, a mais perene construção humana a serviço do Reino de Deus, em nossa terra. São 114 anos abraçando gerações, anunciando JC e formando pessoas para as demais. Desejo que os séculos vindouros testemunhem com alegria a trajetória apostólica dessa escola, no seu esforço e empenho pela construção de uma sociedade mais justa e fraterna. PARABÉNS, DIOCESANO!
Fale conosco